Perguntas Frequentes

Constelação Familiar e do Trauma

 

O que é Constelação Familiar?

É uma técnica psicoterapêutica realizada de forma breve e assertiva para a cura das relações humanas dentro dos sistemas familiares, empresariais, educacionais, sintomáticos (doenças) e jurídicos. Esta técnica de ressonância que nos permite localizar bloqueios geracionais e transgeracionais através das dinâmicas ocultas que atuam no inconsciente da pessoa e de seu sistema familiar impedindo você de conquistar e estruturar a vida da forma que deseja.

O que é ser Constelado?

É sentir e olhar…

  • Para sua biografia desde a fecundação até o momento atual.
  • Para sua criança interior ferida, seu adulto e para a sua parte que sobreviveu a todos os traumas/psicotraumas até o momento.
  • É ver de onde vem as dores que sente hoje em forma de sintomas, conflitos e problemas.
  • É querer dar um passo em direção a si.
  • É desenvolver o amor incondicional a si próprio.

O que é ser Representante?

  • É auxiliar o outro a olhar para sua biografia.
  • É esvaziar-se de intenções e estar consciente de si para informar com clareza as emoções corporais vivenciadas pelo sistema do constelado.
  • É ocupar um lugar na constelação e se colocar a serviço do sistema representado.

No que consiste o fenômeno apresentado pelos representantes da constelação familiar?

A técnica da constelação familiar desperta muita curiosidade sobre os movimentos e sensações que os representantes trazem a tona durante a vivência. Estes movimentos e sensações são definidos como fenomenologia- uma metodologia e corrente filosófica que afirma a importância dos fenômenos da consciência, os quais devem ser estudados em si mesmos.

Esta palavra origina-se do grego phainesthai  e é composta por duas partes:

  • Fenômeno: Aquilo que se mostra, que aparece a nós, primeiramente pelos sentidos.
  • Logia: Capacidade de refletir, um discurso esclarecedor.

Portanto, fenomenologia é o estudo daquilo que se mostra. É uma atitude de reflexão do fenômeno que se mostra para nós, na relação que estabelecemos com os outros no mundo. Toda experiência é única para o homem, o mundo o afeta e ele afeta o mundo sendo uma relação interdependente que se correlacionam em uma “teia tecida pela vida”.

Na fenomenologia pensar não é somente razão, mas um refletir sobre o mundo sensível. Segundo Muchail In Martins é um constante desvelamento entre o manifesto e o não manifesto.

Edmund Husserl (1859-1938) – filósofo, matemático e lógico – é o fundador desse método de investigação filosófica e quem estabeleceu os principais conceitos e métodos que seriam amplamente usados pelos filósofos desta tradição. O êxito do seu método científico está no estabelecimento de uma “verdade provisória” útil, que será verdade até que um fato novo mostre outra realidade.

É um terno usado em ciência para denotar a tendência de um sistema a oscilar com maiores amplitudes em certas frequências de vibração. Quando um sistema opera na frequência de ressonância, quantidades significativas de energia são liberadas. É por isso que você se sente atraído por pessoas que estão operando no mesmo nível de desenvolvimento psicológico que você. Quando você se reúne com mais pessoas, você sente a ressonância e a energia fluir entre vocês. Você se dá bem com essas pessoas, vocês têm interesses e necessidades semelhantes, vocês compartilham experiências semelhantes e, mais importante, vocês têm valores semelhantes. Quando você já não ressoa com alguém ou com um grupo específico de pessoas, vocês têm pouco a dizer um ao outro. As conversas vão definhando; o que importa para eles não é mais o que importa para você, que fica ansioso para sair de perto deles. Não há troca de energia quando você interage com o outro, isso porque vocês estão operando em diferentes frequências energéticas; não há ressonância.

O que é revolucionário neste método?

Poder ter consciência das dinâmicas ocultas e padrões familiares que atuam em suas relações e decisões, do inconsciente da pessoa e de seu sistema familiar, o que está impedindo o bom relacionamento entre os membros da família e nas suas relações, poder integrar suas partes traumatizadas – sua criação interior ferida – que são excluídas por você, construir soluções sustentáveis e profundas a partir do que foi observado. O método traz a conscientização de desejos e intenções que o limitam em suas possibilidades de ação e desenvolvimento pessoal e ou profissional.

Conheça as Modalidades da Constelação Sistêmica:

Técnicas e Métodos Sistêmicos:

  • Constelação Familiar
  • Constelação do Trauma
  • Constelação Estrutural
  • Movimento da Alma

Áreas das Constelações Sistêmicas:

  • Familiares
  • Organizacionais
  • Sintomáticas (Doenças)
  • Traumas
  • Educacionais
  • Jurídicas

É importante lembrar que esta técnica de terapia breve não substitui a terapia convencional com psicólogo e nem tratamentos médicos e psiquiátricos. Ela é complementar a esses tratamentos e é aconselhável que a pessoa após a sessão faça acompanhamento já que em determinados processos podem despertar catarses que também são importantes para o desenvolvimento individual.

A metodologia do Trauma/Psicotraumas-um dos movimento das novas constelações. Este método consiste em identificar e incluir os traumas que atuam e fazem parte da sua história desde a fecundação. Franz Ruppert, psicólogo alemão, pesquisador e professor na universidade de Munique na Alemanha, traz grandes reflexões e estudos sobre os Psicotraumas e seu impacto na psique (Alma) humana. Através desta metodologia do Trauma, pode-se ver claramente como a psique humana pode ser fragmentada e até cindida desde as fases iniciais da vida. Neste trabalho lidar com a realidade e identificar o eu (saudável, traumatizado e de sobrevivência) pode ser doloroso, mas ao mesmo tempo libertador e fortalecedor para o individuo que a partir de agora passa a distinguir o dentro do fora, ou seja, o que é seu e o que é dos seus pais e familiares, por exemplo.

Psique humana: Entenda o que é:

Para falarmos de psique, antes precisamos falar sobre o que compões o corpo humano.

Segundo a física moderna o corpo consiste tanto de partículas sólidas como de ondas eletromagnéticas, ou seja, sistemas energéticos de diversas formas.

A palavra psique vem do grego e significa sopro de ar que se traduz para o mundo moderno como sopro de vida, força vital. Portanto psique não é algo material, ela está no falar, perceber, sentir e pensar do intelecto humano. parece então algo adicionado ao corpo humano a partir do exterior, o que leva à ideia de que eles são independentes um do outro. Em todas as culturas existentes esta visão dual que considera que o corpo e a psique ou alma são algo separado por princípio.

Segundo Franz Ruppert a psique é uma ação conjunta de matéria, energia e informação de igual maneira que o corpo é uma interação de qualidades materiais, energéticas e de informação. Ele considera que se tratarmos a psique e o corpo como algo separado, isso pressupõe que estamos todos fragmentados, ou seja, um corpo sem mente e uma mente sem corpo. Isto é inseparável. Segundo ele cada pessoa é em cada segundo de sua existência e com cada fibra de seu ser, uma unidade de matéria, energia e informação que se desenvolvem de forma conjunta.

Como tudo isso começa? Ao observarmos o desenvolvimento humano, podemos constatar que começa com o crescimento celular do corpo em que paralelamente se formam cada vez mais propriedades psíquicas. Ou seja, com a fusão do óvulo e do espermatozoide que tem como função se desenvolverem sistematicamente até se formar um embrião e assim sucessivamente.

A psique tem função bem definida: proporcionar o acesso às diferentes realidades que são significativas para um organismo em contínuo processo de desenvolvimento e  mudança. Através da sua função pode-se detectar a realidade interior e a exterior. e uma das suas características mais importante é ser multimodal, isto é, usa diferentes canais para fornecer as informações necessárias em seu ambiente correspondente.

Seu objetivo principal é a sobrevivência e a conservação da sua espécie para isso desenvolve sua principal capacidade de se ajustar às mudanças do entorno. E sua qualidade particular é lidar com as realidades em mudança de uma maneira inteligente.

Para que a psique possa cumprir função em toda a sua extensão, o perceber, sentir e pensar têm que estar conectados entre si. É necessário um processo em conjunto de associação e integração que junte o que aparentemente foi captado em separado e que compreenda as diversas realidades de forma cada vez mais precisa.

Geralmente, está relacionado a um incômodo. A frase de intenção também é abordada como uma questão ou tema em outras modalidades da técnica de constelação sistêmica. Toda intenção é genuína, não existe intenção forte ou fraca, certa ou errada, o que exite é a sua intenção e ela dever estar bem clara para você. Esta clareza e objetividade é reflexo do seu entendimento sobre si e suas relações. Portanto, é importante refletir sobre o que lhe aflige e o que busca em relação ao que vive, o que está por traz desta busca. Cada problema que nos afeta e verdadeiramente incomoda a nós é importante, pois aponta para algo, alguém ou um fato que não está sendo visto por nós, principalmente se eles influenciaram nossa história. Formular a frase de intenção pode ser fácil para alguns e um processo para outros. É importante ressaltar que cada um deve fazer sua frase sem o auxilio do terapeuta, amigos, familiares ou quaisquer outras pessoas porque quando a pessoa formula sua intenção/questão ela assume a responsabilidade pela construção da sua solução, o que deseja viver porque não existe solução sem a sua participação.

Como a Constelação Familiar e do Trauma atua?

Essa técnica trabalha através daquilo que está afetando desconfortavelmente a sua vida e ou sua psique. Tem como objetivo trazer a luz o inconsciente, aquilo que não foi visto, reconhecido e incluído em sua biografia de forma que isso atue em seu sistema emocional.

É importante dizer que muitas das mudanças necessitam de tempo para que a transformação ocorra e é ilusão pensar que as mudanças vão ocorrer sem sua participação. Quem salva sua criança interior ferida é seu adulto e é ele quem cria a solução que você deseja viver.

Ser adulto é um processo de internalização e humanização dos pais, ou seja, enxergar os pais como seres humanos que assim como você também erram e pensar, sentir e agir com coerência no adulto, você se torna seus pais para si próprio. Isso implica também em sessar a busca de pais idealizados nas relações, as famosas projeções.

 

Quero Agendar

 

Ainda tem dúvidas?

Entre em contato! Estamos prontos para te responder.

Entre em contato!